Simpósios

Simpósios Temáticos

Simpósio Temático 01 - Sertões: narrativas e fronteiras (Sala A9)

Coordenação: Prof. Dr. Joel Carlos de Souza Andrade – UFRN e Prof. Dr. Evandro Santos – UFRN

Resumo: O simpósio temático pretende congregar trabalhos que busquem discutir os sertões como um espaço construtor de identidades e suas múltiplas composições historiográficas e histórico-culturais, isto é, que discutam as narrativas construídas em torno do sertão e, também, as suas fronteiras. É com esta preocupação que aceitaremos trabalhos que tratem de questões relacionadas aos seguintes temas: conceitos, historiografias, memórias e biografias, tradição e folclore, cancioneiro, poéticas da literatura de cordel e cantorias, literatura regionalista e outras que fogem a este rótulo, seca e água, mitologias e crenças, amores, espertezas, bandidos, heróis e anti-heróis na tessitura poética (no sentido de gerar, criar, produzir) do espaço-sertão. Estas artes de nomear, pensar, visualizar, enredar, crer e compor tornam os sertões um espaço privilegiado para gerar outras sensibilidades e relações perante o outro.

Simpósio Temático 06 - História dos Sertões no Período Colonial (Sala A9)

Coordenação: Prof. Dr. Helder Alexandre Medeiros de Macedo – UFRN

Resumo: O simpósio temático abrigará investigações cujo objeto de estudo esteja focado no recorte espacial dos Sertões, entendido, aqui, em seu sentido lato e na temporalidade do período colonial. Privilegiar-se-á temáticas ligadas à História Social e Cultural, mas, contribuições conectadas a outras dimensões do conhecimento serão, também, acolhidas.

Lista de trabalhos aprovados e ordem de apresentação

 

 

Simpósio Temático 02 - História Cultural e o Sagrado (Sala A8)

Coordenação: Prof. Dr. Lourival Andrade – UFRN e Prof. Me. André Luís Nascimento de Souza – UFRN

Resumo: Este simpósio temático pretende reunir pesquisas que discutam as diversas formas de re(ligações) entre o homem e o sagrado em suas mais variadas manifestações sensíveis, gestuais, orais e materiais. Festas, ritos, orações, africanidades, processos mediúnicos, catolicismo oficial e não oficial, cristianismo ocidental e oriental e manifestações não cristãs fazem parte do que pretendemos discutir.

Lista de trabalhos aprovados e ordem de apresentação

 

 

Simpósio Temático 03 - Culturas Políticas, Poder e Imprensa no Brasil República (Sala B10)

Coordenação: Prof. Dr. Arthur Luís de Oliveira Torquato – IFRN e Profa. Dra. Jailma Lima – UFRN

Resumo: O simpósio visa congregar trabalhos que abordem aspectos da história política brasileira durante o período republicano em suas diversas vertentes. Assim, objetiva a realização de discussões tanto de cunho teórico-conceituais ligadas as relações da cultura política, do poder e das suas relações com a imprensa, quanto de questões ligadas a dimensão da política partidária e das ações cotidianas dos atores políticos.

Lista de trabalhos aprovados e ordem de apresentação

 

 

Simpósio Temático 04 - Por uma história do corpo, por uma história do sensível: práticas, instituições, sentidos e saberes (Sala B9)

Coordenação: Profa. Dra. Juciene Batista Félix Andrade – UFRN e Profa. Ms. Avohanne Isabelle Costa de Araújo –Doutoranda pela Fiocruz

Resumo: O simpósio acolhe pesquisas que têm como foco o corpo humano em suas múltiplas formas históricas. Serão discutidas as práticas corporais gestuais, laborais, sexuais, religiosas, esportivas e estéticas, assim como os significados dados ao corpo no tempo histórico. Consideram-se também como pertinentes ao debate desse simpósio pesquisas no âmbito dos saberes (científicos ou não) e suas instituições que contemplam a dimensão corporal como seu objeto e fim: medicina, sanitarismo, saúde pública, urbanismo, demografia, estudos de gênero e raça, cuidados na saúde e na doença, teologia, religiosidades, hospitais, asilos e clínicas. Por conseguinte, fazer uma história do corpo, também é pensar uma história das sensibilidades.

Lista de trabalhos aprovados e ordem de apresentação

 

 

Simpósio Temático 05 - História, Educação e Sensibilidades (Sala B8)

Coordenação: Profa. Dra. Juciene Andrade – UFRN. Prof. Me. Cléryston Rafael Wanderley de Medeiros – UFRN. Profa. Dra. Francileide Batista de Almeida Vieira - DEDUC/UFRN. Prof. Ms. José Melinho Neto - DCEA/UFRN.

Resumo: O simpósio visa congregar trabalhos que reflitam sobre questões relacionadas às práticas educativas, à cultura escolar e às pesquisas que dão ênfase à constituição das diferenças culturais no âmbito das relações de ensino-aprendizagem e suas sensibilidades. Assim, visamos discutir aspectos ligados as práticas do cotidiano escolar, aos recursos didáticos, aos currículos e processos avaliativos, às identidades e diferenças culturais, às questões étnicas e de gênero, às estratégias pedagógicas na construção das sensibilidades.

Lista de trabalhos aprovados e ordem de apresentação

 

 

Simpósio Temático 07 - Espaço da Modernidade nos Sertões do Brasil (século XX) (Sala D7)

Coordenação: Profa. Me Ariane de Medeiros Pereira – UFRN e Profa. Me Islândia Marisa Bezerra dos Santos – UFRN

Resumo: O Brasil no início do século XX acompanhava o processo de modernização que despontava, a partir dos fundamentos da Belle Époque francesa. Esse processo pode ser percebido de modo efetivo nos grandes centros urbanos, tais como: Rio de Janeiro, Manaus, entre outros. Inserida nesse processo, a cidade de Natal/RN empreende um projeto de remodelação do espaço urbano, com vista ao ordenamento e a normatização dos planos urbanísticos. No entanto, esse processo modernizador não ficaria restrito tão somente as capitais dos Estados, mas chegariam aos sertões do Brasil – sertões aqui entendido com um espaço situado a oeste após a zona da mata e o agreste. Nesse sentido, o objetivo do nosso simpósio temático é reunir trabalhos que discutam como os sertões do Brasil passaram a ser transformados por meio das técnicas e ações modernizantes durante o século XX. Assim, pretendemos problematizar de que maneiras as intervenções humanas foram capazes de gestar um sertão modernizante em seus aspectos sociais, econômicos e espaciais, a fim elencar novas formas de pensar os sertões por meio da modernidade.

Lista de trabalhos aprovados e ordem de apresentação

 

 

Simpósio Temático 08 - História Indígena em Sala de Aula: entre cristalizações e resistências (Sala D6)

Coordenação: Profa. Dra. Cláudia Lago – UFPB

Resumo: A implantação da Lei 11.645, que inclui o conteúdo sobre os povos indígenas no Ensino Básico trouxe, aparentemente, um alento para que as escolas trabalhassem de forma mais ampla a história desses povos originários do Brasil. Entretanto, o que se vê na prática é a permanência da visão cristalizada e retratada na iconografia e nos textos de cronistas e viajantes do período colonial. Considerando as questões apresentadas, a proposta deste espaço é promover o debate e a reflexão sobre as práticas, metodologias e discursos presentes nos materiais didáticos, na formação do decente e no cotidiano escolar ao apresentarem o tema dos povos indígenas em sala de aula.

Lista de trabalhos aprovados e ordem de apresentação

 

 

Simpósio Temático 09 - Espaço, Cultura e Poder no Mundo Antigo (Sala D5)

Coordenação: Profa. Dra. Airan dos Santos Borges – UFRN

Resumo: Entendemos que o estudo da Antiguidade, presente em nossos dias em conceitos e símbolos, configura-se em um importante meio de compreender nossa própria sociedade a partir dos eixos conceituais que nos unem. Nesse sentido, o presente Simpósio tem como objetivo geral fomentar o debate ao viabilizar um espaço de diálogo acerca do Mundo Antigo junto ao Colóquio de História Cultural e Sensibilidades.

Lista de trabalhos aprovados e ordem de apresentação

 

 

Simpósio Temático 10 - Arqueologia Histórica no espaço regional: abordagens, temas e pesquisas (Sala D4)

Coordenação: Prof. Dr. Roberto Airon Silva – UFRN e Prof. Dr. Abrahão Sanderson Nunes F. da Silva – UFRN

Resumo: A proposta deste Simpósio Temático é reunir num espaço oportuno dentro do Colóquio Nacional História Cultural e Sensibilidades, parte considerável da riqueza de abordagens e da diversidade de pesquisas e métodos que têm se desenvolvido no âmbito acadêmico e da arqueologia preventiva no contexto local norte-rio-grandense e no contexto regional Nordeste. Primeiramente, merece destaque a produção de teses de doutorado, dissertações de mestrado e monografias de graduação e especialização em arqueologia, na qualidade de investigações desenvolvidas por profissionais arqueólogos em atuação e também por estudantes desses cursos. Tais trabalhos, foram e são desenvolvidos a partir de temáticas e abordagens inseridas no campo da arqueologia histórica e pertinentes ao contexto regional, dentro das universidades em cujos cursos de graduação e/ou programas de pós-graduação tais trabalhos foram apresentados. Em segundo lugar, se sobressaem também as ações de identificação de sítios, prospecção, sondagens e escavações realizadas na esfera dos trabalhos contratuais em arqueologia preventiva, os quais têm desenvolvido pesquisas nas quais tanto os sítios quanto os materiais arqueológicos recuperados têm ampliado sobremaneira as informações sobre as ocupações históricas através de seus resultados. Em terceiro e último lugar, deve-se considerar também o desenvolvimento de pesquisas e ações em temáticas relacionadas a arqueologia pública, onde se sobressaem a educação patrimonial, a musealização da arqueologia e o ensino da arqueologia, no desempenho de profissionais e estudantes da arqueologia junto a outros campos das ciências humanas e sociais. Esses últimos, têm incluído em suas problemáticas de estudo os acervos e o estudo da cultura material histórica presente no contexto regional, bem como a relação dessas ações arqueológicas com as demandas sociais e necessidades socioeconômicas e culturais de comunidades ou grupos sociais direta ou indiretamente associados ao contexto arqueológico dos sítios e relacionados ao processo identitário dos vestígios materiais identificados e pesquisados.

Lista de trabalhos aprovados e ordem de apresentação

 

 

Simpósio Temático 11 - Cidade, cultura e as perspectivas de pesquisa em história urbana (Sala D2)

Coordenação: Prof. Dr. Raimundo Arrais (UFRN) e Prof. Dr. Renato Marinho (IFRN)

Resumo: Este simpósio se concentrará no domínio da história urbana, propondo uma discussão sobre as possibilidades de pesquisa que concebem a cidade não como apenas um suporte sobre o qual se passam os eventos e processos históricos, mas como sujeito e objeto dos fenômenos. O simpósio está aberto à exposição das questões teóricas pertinentes à disciplina, à historiografia e aos relatos de trabalhos de pesquisa concluídos ou em curso. Receberemos trabalhos que focalizem a cidade contemporânea ou a cidade situada em qualquer período histórico ou realidade geográfica, que abordem questões relativas à cidade e o espaço brasileiro, a cidade e outros espaços, cidades reais ou cidades imaginárias. Esperamos discussões em torno dos testemunhos que permitem escrever a história da cidade e das perspectivas apresentadas pelas abordagens interdisciplinares – na aproximação com a literatura, o urbanismo, a política, as lutas sociais, entre outros domínios de saber, das práticas sociais e das sensibilidades.

Lista de trabalhos aprovados e ordem de apresentação

 

 

Simpósio Temático 12 - Cultura da memória: Narrativas, temporalidades e usos públicos (Sala D1)

Coordenação: Prof. Me. Hildebrando Maciel Alves (UECE) e Prof. Me. Vagner Silva Ramos Filho (UERN)

Resumo: A proposta estruturante desse simpósio é agregar pesquisas que discutam a cultura da memória em suas mais variadas vertentes. Os trabalhos memoriais constituídos por instituições, grupos e indivíduos em diferentes cenários indicam interesses daqueles que acionam suas engrenagens em jogo na dinâmica dos imperativos lembrar e esquecer. Para pensar a historicidade dessa cultura, forjada entre usos do passado, demandas do presente e vislumbres de futuro, um dos caminhos é interpelar as narrativas que dão sentido às temporalidades que a circundam. Conceber as formas de narrar a realidade como problema de investigação identificando ordenamentos do tempo no contexto de distintos objetos de estudo passa pelo entendimento do lugar da narrativa nas relações sociais. Os domínios nos quais e/ou pelos quais elas se expressam são muitos: oralidade, literatura, folclore, patrimônio, comemorações, biografias, escritas da história, museus, arquivos, políticas públicas etc. Seguindo esse itinerário, interessa igualmente tratar do papel social do historiador em espaços de atuação onde discussões dessa natureza possam encontrar ressonância em público mais ampliado. Todos os pesquisadores, professores, estudantes e interessados em geral nas referidas temáticas estão convidados para o simpósio. Trata-se de um momento voltado, enfim, para a expansão das redes de produção do conhecimento dentro e fora da universidade.

Lista de trabalhos aprovados e ordem de apresentação